+ 1 (707) 877-4321
+ 33 977-198-888
English
Français
Deutsch
Italiano
Español
Русский
中国
Português
日本

o beijo ( Bacio ), Petróleo por Gustav Klimt (1862-1918, Austria)

Frete grátis. Devoluções Gratuitas Durante todo o tempo.Veja mais detalhes.

Reprodução Da Arte Fine Art O Beijo , Reprodução Da Arte Fine Art O Beijo
o beijo ( Bacio ), Petróleo por Gustav Klimt (1862-1918, Austria)
Reprodução Da Arte Fine Art O Beijo , Reprodução Da Arte Fine Art O Beijo

"o beijo ( Bacio )"

Gustav Klimt - Petróleo - 180 x 180 cm - 1907 - (Österreichische Galerie Belvedere (Vienna, Austria))

o beijo ( em alemão : der kuss ) foi pintado pelo Astríaco Simbolista pintor gustav klimtbetween 1907 e 1908 , o ponto alto dele " Dourado Período " , quando ele pintado um número de trabalho em um semelhante dourado estilo . Um perfeito quadrado , a tela descreve uma casal se abraçando , seus corpos entrelaçados em vestes elaboradas decorado em um estilo influenciado por ambos construções lineares do arte contemporânea Novo estilo e o formas orgânicas do artes anteriores e Trabalhos manuais movimento . O trabalho é composto de petróleo pintar com aplicado camadas de ouro folha , um aspecto que dá isso é contundentemente moderno , ainda evocativa aparência . A pintura é de agora em theösterreichische galerie Mirante museu em o belvedere palácio , De viena , e é amplamente considerado uma obraprima do início da era moderna período . É um símbolo de viena Jugendstil—Viennese Arte Nouveau—and é considerado Klimt's mais popular trabalho . Foi pintado logo depois a sua three-part De viena Série de teto que criou uma escândalo e eram criticada como ambos 'pornography' e as provas dos 'perverted excess' . Os trabalhos tinha reformulação o artista como um enfant terrible para a sua anti-authoritarian e anti-popularist pontos de vista sobre a arte . Ele escreveu , " Se você não podes agradar a todos com o seu atos e seu arte , faça favor uma poucos " . Por contraste , o beijo foi entusiasticamente recebido , e imediatamente encontrei um comprador . Klimt descreve o casal trancado para dentro intimidade , enquanto o outro a pintura dissolve-se cintilante , extravagante padrão plano . o padronização sugere o estilo de arte Novo e o formas orgânicas do artes e ofícios movimento . Ao mesmo tempo o fundo evoca o conflito entre two- e three-dimensionality intrínseco ao trabalho de Desgasificar e outro modernistas . Pinturas tal como o beijo foram visual manifestações dos fin-de-siecle espírito, porque eles capturam uma decadência transportado por opulenta e imagens sensuais . O uso de ouro folha recorda olhar " gold-ground " pinturas e iluminado manuscritos , e mosaicos anteriores , e o espiral padrões no roupas recallbronze Idade arte e o design gavinhas visto no oeste arte desde antes de tempos clássicos . o man's cabeça extremidades muito perto ao topo de a tela , uma partida do tradicional Ocidental cânones que reflete a influência de japoneses impressões , como faz a própria simplificada composição . Os dois figuras estão situados no borda da uma remendo de florido prado . O homem desgasta uma robe com preto e branco retângulos irregularmente colocado sobre folha de ouro decorados com espirais . Ele desgasta uma coroa de vinhas enquanto que a mulher é mostrado em um tight-fitting vestir-se com flower-like redondos ou ovais motivos num fundo de paralelo ondulado linhas . O cabelo dela é polvilhado com flores e é usado em um namoda curva ascendente
faz uma halo-like expansivo que destaca o rosto dela , e é contínuo sob sua mento pelo quê parece ser um colar de flores . Similarmente justapostos casais aparecer em ambos Klimt’s beethoven friso e Stoclet Friso . Isto é pensei que Klimt e os seus companheira emilie flöge modelado para o trabalho , mas lá não é evidência ou registro provar este . Outros sugerem a fêmea foi o modelo conhecido como 'Red Hilda'
ela carrega forte similaridade ao modelo na sua Mulher com boá de penas , Goldfishand Danae . Klimt's uso de ouro era inspirado por um viagem ele tinha feito para a itália em 1903 . Quando ele visitado Ravenna ele serrar bizantino mosaicos a igreja de São Vitale . Para Klimt o planicidade do mosaico e o deles carência de perspectiva e profundidade só aumentou a sua dourado brilho , e ele começou fazer uso sem precedentes de ouro e prata folha na sua próprio trabalho .



 
Print on canvas   Reprodução
Comprar uma impressão em giclê desta obra  de Gustav Klimt Você quer comprar uma impressão sobre tela desta obra de Gustav Klimt?
WahooArt.com usa apenas as tecnologias de impressão mais modernas e eficientes em nossas telas, com base no procedimento de impressão Giclê. Este inovador de alta resolução de impressão técnica resulta em impressões duráveis ​​e espetacular olhar da mais alta qualidade.
Não hesite em pedir a sua cópia agora!


  Compre uma réplica feita à mão por Gustav Klimt Por um pouco mais do que o preço de uma impressão, você pode ter uma réplica feita à mãode uma pintura por Gustav Klimt.
Com nossos talentosos pintores a óleo, oferecemos pinturas a óleo 100% feitas mão em vários assuntos e estilos

Clique aqui para comprar uma réplica a óleo feita a mão deste trabalho por Gustav Klimt

Gustav Klimt (Baumgarten, Viena, 14 de julho de 1862 — Viena, 6 de fevereiro de 1918) foi um pintor simbolista austríaco.

Em 1876 estudou desenho ornamental na Escola de Artes Decorativas. Associado ao simbolismo, destacou-se dentro do movimento Art nouveau austríaco e foi um dos fundadores do movimento da Secessão de Viena, que recusava a tradição académica nas artes, e do seu jornal, Ver Sacrum. Klimt foi também membro honorário das universidades de Munique e Viena. Os seus maiores trabalhos incluem pinturas, murais, esboços e outros objetos de arte, muitos dos quais estão em exposição na Galeria da Secessão de Viena.

Klimt foi o segundo dos sete filhos de Ernst Klimt (1832-1892), gravador de profissão, pertencente a uma família de agricultores da Boêmia, e de Anna (Flinster) Klimt (1836-1915), natural de Viena. Seus irmãos eram Klara (1860-1937), Ernst (1864-1892), Hermine (1865-1938), Georg (1867-1931), Anna (1869-1874) e Johanna (1873-1950).

Após concluir os estudos na “Escola Primária do VII bairro vienense”, Klimt é admitido, aos 14 anos, na "Escola das Artes Decorativas", ligada ao "Museu Austríaco Imperial e Real de Arte e Indústria de Viena", onde foi aluno de Michael Rieser, Ludwig Minnigerode e Karl Hrachowina. Klimt adquiriu a prática de desenho ornamental, além de cursos sobre a teoria de projeções, perspectiva, teoria do estilo e outros temas que acompanhavam as aulas práticas. Em seguida, frequentou a aula especializada de pintura de Ferdinand Laufberger e, após a morte deste (1881), a de Julius Vicktor Berger, ligado a Hans Makart.

Dois dos irmãos de Klimt, Ernst e Georg, realizaram trabalhos para ele e também se formaram na Escola de Artes Decorativas. A formação na pintura e no desenho a partir do "original histórico" e dos "métodos de cópias naturalistas", constituíam, até então, a base do curso. O trabalho de admissão de Klimt na Escola de Artes Decorativas, foi um desenho, segundo um molde de gesso, de uma cabeça feminina da Antiguidade.

Klimt foi o único aluno da Escola das Artes Decorativas, no século XIX, que conseguiu dar início a uma grande carreira artística, impulsionado pelos seus professores e pelo diretor do Museu, Rudolf von Eitelberger. Michael Rieser utilizou seus serviços, bem como o de Franz Matsch (1861-1942) e do seu irmão Ernst, para os vitrais da "Igreja Votiva" – o primeiro grande edifício da "era da Ringstraße"..

Klimt, Ernst e Matsch fundaram a Künstlercompagnie (Companhia dos Artistas), aproveitando-se do boom da construção. Através da empresa Fellner und Hellmer, especializada na construção de teatros, a Companhia dos Artistas conseguiu trabalhos.

Mesmo depois de formados, Klimt, Ernst e Matsch, continuaram ligados à Escola. Uma carta dos três dirigida ao diretor do Museu (1884), reforça o desejo de serem contratados para grandes empreendimentos (demonstração de que Klimt tentou afirmar-se no mundo da arte historicista), principalmente na sua cidade natal: "(…) Os trabalhos que até agora realizamos foram… na sua maioria, para a província e o estrangeiro; o nosso maior desejo seria, por conseguinte, executar um trabalho importante na nossa cidade natal e teríamos talvez agora a oportunidade visto que as novas construções monumentais de Viena se aproximam do seu termo. De certo, a sua decoração pictórica vai ser exclusivamente atribuída segundo as partes mais importantes, ocupando, consequentemente, apenas os melhores artistas (…)"..

O desejo de trabalhar na Ringstraße foi realizado (1886-1888). A Companhia trabalhou em quadros de tetos das escadarias do Teatro Imperial. Na época, Klimt criou os quadros A Carroça de Téspis, O Teatro do Globo em Londres, O Altar de Dionísio, O Teatro de Taormina e O Altar de Vênus. A decoração das imponentes escadarias do Museu da História da Arte, estava destinada a Hans Makart. Com a sua morte, a Companhia dos Artistas foi contratada para a conclusão: pintura dos quadros dos cantos e dos intercolúnios (espaços de pintura entre as colunas).

As duas obras – a segunda, inicialmente destinada a Hans Makart, deveria se manter fiel ao modelo histórico – confrontaram Klimt com o "optimismo e a crença no progresso da burguesia liberal". Klimt colaborou com a decoração do Teatro Imperial e, também sob encomenda, fez o seu retrato. Em 1887, a Companhia é contratada pela Câmara Municipal de Viena para pintar o interior do antigo Teatro Imperial. Ao final dos trabalhos, Klimt é premiado com a "Cruz de Mérito de Ouro" (1888), pelos seus trabalhos nas escadarias do Teatro Imperial. Foi um momento importante para Klimt. O quadro contribuiu para a obtenção do reconhecimento da sociedade vienense, sem, entretanto, seduzir Klimt a alinhar-se com a elite cultural que se intitulava, pouco antes da virada do século, como a verdadeira responsável pelo progresso material e cultural (Optimismo cultural da burguesia liberal)..

Em 1883, com a inauguração do novo edifício da Universidade de Viena, encomendou-se a Gustav Klimt uma série de painéis que descrevessem o triunfo da luz sobre as trevas. Os afrescos deveriam ser alusivos às quatro faculdades: Teologia, Filosofia, Medicina e Jurisprudência. O primeiro painel, representando a Filosofia, foi de certa forma um choque. Em vez da descrição da Escola de Atenas, Platão ou Aristóteles, Klimt influenciado por Schopenhauer, representa o mundo como Vontade, em que os seres vagueiam.

Em 1894, famoso como decorador de grandes edifícios culturais na Ringstraße, Klimt , junto com Matsch, foi encarregado pelo ministro da Educação, von Hartel, de criar os quadros para representar as alegorias das faculdades no salão nobre da universidade reconstruída na Ringstraße. Os quadros confiados à Klimt foram: A Medicina, A Filosofia e A Jurisprudência. Klimt rejeitou o tema desejado para os quadros - "A Vitória da Luz sobre a Obscuridade". Rejeitou a "glorificação das ciências racionais", diferindo, nas três composições, da "pintura histórica" em que ele próprio havia participado alguns anos antes. Coincidentemente, era o início da Secessão e os esboços, que iam pouco a pouco sendo expostos na Associação dos Artistas, provocaram um conflito que durou alguns anos..

A arte de Klimt não pretendia representar o papel racional e otimista da ciência universitária. Membros da faculdade colocaram-se contra os seus esquissos. A princípio, o ministro von Hartel ignorou a reação - protestos dos professores e ataques da imprensa conservadora - porém, a apresentação do projeto de Klimt para o segundo quadro (A Medicina) na "10ª Exposição da Secessão" (1901) reavivou a discussão. A ciência médica não estava ali representada segundo a corporação dos médicos. Nesta fase, Klimt revela a relação existente entre a cultura patriarcal e o elemento feminino, expõe a sua concepção do mundo como "…um protesto, uma contradição do passado, mas também como um projecto do futuro, de uma nova cultura feminina.". Juntamente com a corporação dos médicos, os meios estéticos dirigiam aos quadros de Klimt maldosas críticas contra a representação do nu, chegando a provocar o confisco de um número do Ver Sacrum, onde um projeto de A Medicina tinha sido publicado. O Ministério Público não viu razão para perseguir judicialmente a representação do nu, mas a reação pública com a exposição de A Medicina incomodou o "conselho imperial", que pretendia utilizar a arte como estratégia política. O ministro da educação, von Hartel, "protetor da Secessão", viu-se obrigado a justificar a encomenda do Estado e "…parece ter-se verdadeiramente convencido dessa responsabilidade." A nomeação de Klimt para o cargo de professor na Academia das Artes Decorativas é recusada pela primeira vez. Carl Schorske reputa à recusa a aparência agressiva do terceiro quadro, A Jurisprudência, sobretudo a partir das alterações que Klimt efetuou entre os esquissos e a versão definitiva.

Klimt não pode expor A Jurisprudência na "Exposição Universal de Saint-Louis" (1904) e entendia que a forma de exposição e expressão artísticas não deveriam sofrer imposições. De fato, decide rescindir o contrato de "Os Quadros das Faculdades" (1905). Devolve os honorários ao Estado, readquire os esquissos, sai do "grupo Klimt" da Secessão e vai à Berlim para participar na exposição da "Aliança dos Artistas Alemães". Aí, recebe o "Prémio Villa Romana".

Os quadros A Medicina, A Filosofia e A Jurisprudência foram retomados à força pelo Estado e, por fim, foram queimados na "Baixa Áustria", em maio de 1945, no Castelo de Immendorf que foi incendiado pelas tropas SS em retirada.

A obra de Klimt passa por fases diferentes: a primeira, é marcada por um carácter histórico-realista, também associada à dualidade de Viena (realidade e ilusão), desta época datam os desenhos para as alegorias "A Escultura" e "A Tragédia" (1896 e 1897).

A sua última grande pintura mural é o Friso Stoclet (1905 a 1909). Adolphe Stoclet, um magnata belga a viver em Viena com a mulher, mandou construir um palácio, deixando-o a cargo do Wiener Werkstatte ("Ateliê Vienense"), no qual se destacavam o arquitecto Josef Hoffmann e Klimt. É aqui que o pintor experimenta uma mudança no estilo, surgem os motivos geométricos repetidos, deixando aparecer apenas algumas partes essenciais realistas, que permitem o seu entendimento. Aqui é usada uma cobertura ao estilo bizantino, bastante cerrada, como mosaicos, onde o realismo e a abstracção se confrontam.

Em "O beijo" (1907/08), ou "Der Kuss" no original em alemão, baseado em si mesmo e na sua amante Emilie, a mulher fatal aparece submissa, comunica uma sexualidade latente. "O Beijo" constitui o auge do período dourado e torna-se o emblema da Secessão.

Em "Dánae" (1907/08) a sua provocação afirma-se de modo mais óbvio, junto à figura da mulher ruiva adormecida surge aquilo que muitos interpretam como uma torrente de moedas de ouro e espermatozóides. A lenda de Danae, amada por Zeus na forma de uma chuva dourada, foi transformada em tema de pintura por vários artistas da história da arte. O tema mitológico tem em Klimt a representação da procriação - origem do mito Perseu - captada como um instante eterno, sagrado e superior.

Em Danae, Klimt projetou uma feminilidade pensada de forma autônoma, descrita mergulhada e absorta em si, entregue às suas energias instintivas. Nessa medida, Danae é um "ícone do narcisismo feminino", de tal forma preocupada com ela própria que exclui qualquer outro objeto de amor para além do seu próprio corpo. Isto é, o princípio masculino não se encontra patente (como o é em Leda - simbolicamente codificado sob a forma do pescoço e da cabeça do cisne negro). Em Danae ele reduz-se ao símbolo abstrato de "um rectâmgulo negro no rio de ouro" - um ornamento entre os ornamentos.

Na primeira década do século XX o expressionismo faz com que o estilo dourado de Klimt deixe de ser usado. Em 1909 Klimt parte para Paris onde toma contacto com as obras de Toulouse-Lautrec e com o fauvismo. A partir de então, Klimt passa a usar cenários menos elaborados, deixando de lado os motivos geométricos e a sumptuosidade do ouro. Nesta fase pinta "O Chapéu de Plumas Negras" (1910); "A Vida e a Morte" (1916); "A Virgem" (1913), surgem também pinturas de jardins, paisagens campestres e do Castelo Kammer, que reflectem as influências do cubismo que surgia então. Há a inclusão de elementos naturais (a água, a vegetação), bem como de construções.

As últimas obras de Klimt voltam-se para um lado mais erótico, claramente assumido. No seu atelier passeiam-se sempre algumas modelos nuas que ele observa e vai desenhando. Daí resultam mais de 3000 desenhos. Disso são exemplo os desenhos das suas modelos em poses e atitudes mais intimas: "Mulher sentada com as coxas abertas", "Adão e Eva", "A Noiva"” e "Masturbação feminina ". Na época acusaram Klimt em Ornamentação e Crime do seu exagero erótico. Para Klimt, a ornamentação enriquece o real.

Com a morte da sua mãe em 1915 também a sua paleta se torna mais sombria, e as paisagens tendem para a monocromia. Em 1916 participa na exposição de Bund Österreichischer Kunstler na Secessão de Berlim com Egon Shiele, Kokoschka e Anton Faistauer.

Klimt morreu a 6 de fevereiro de 1918 de apoplexia, uns meses antes do colapso do Império Austro-Húngaro, e foi enterrado no Cemitério de Hietzing (Viena). Deixou uma série de obras inacabadas, entre elas "Adão e Eva", "O retrato de Johanna Staude" e "A noiva".

[Biography - Gustav Klimt - 13Ko]
[Biography - Gustav Klimt - 1Ko]
Gustav Klimt (July 14, 1862- February 6, 1918) was an Austrian Symbolist painter and one of the most prominent members of the Vienna Secession movement. His major works include paintings, murals, sketches, and other art objects. Klimt's primary subject was the female body, and his works are marked by a frank eroticism-nowhere is this more apparent ...
[Biography - Gustav Klimt - 15Ko]
Gustav Klimt was born in Austria in 1862. His father was a gold engraver and, though the family never had much money, Klimt had dreams of becoming an artist. It was in 1876 that Klimt received a scholarship to attend the Vienna School of Arts and Crafts where he studied as an architectural painter. Though at first Klimt painted in a very academic s...
[Page - Gustav Klimt - 4Ko]
Gustav Klimt (Juillet 14, 1862 - Février 6, 1918) était un peintre symboliste autrichien et l'un des membres les plus éminents de la Sécession viennoise. Ses œuvres majeures comprennent des peintures, des murales, des croquis, et autres objets d'art. Sujet principal de Klimt était le corps de la femme, et ses œuvres sont marquées par un franc éroti...
[Biography - Gustav Klimt - 1Ko]
Gustav Klimt (14. Juli 1862 - 6. Februar 1918) war ein bedeutender österreichischer Maler und einer der prominentesten Mitglieder der Wiener Secession. Seine wichtigsten Werke sind Gemälde, Wandbilder, Skizzen und andere Kunstgegenstände. Klimts Hauptthema war der weibliche Körper, und seine Werke werden von einer Erotik-Frank nirgendwo markiert is...
[Biography - Gustav Klimt - 1Ko]
Gustav Klimt (14 luglio 1862 - 6 febbraio 1918) è stato un pittore austriaco, uno dei membri più importanti del movimento della Secessione di Vienna. Le sue opere principali comprendono dipinti, affreschi, disegni e altri oggetti d'arte. Soggetto primario Klimt è stato il corpo femminile, e le sue opere sono caratterizzati da un franco-erotismo da ...
[Biography - Gustav Klimt - 16Ko]
Gustav Klimt (14 julio 1862 a 6 febrero 1918) fue un pintor simbolista austríaco y uno de los miembros más prominentes del movimiento de la Secesión de Viena. Sus mayores trabajos incluyen pinturas, murales, bocetos y otros objetos de arte. Tema principal de Klimt era el cuerpo de la mujer, y sus obras se caracterizan por un franco erotismo-en ning...
[Biography - Gustav Klimt - 1Ko]
Густав Климт (14 июля 1862 - 6 февраля 1918 г.) был австрийский художник символист, и один из самых видных членов движения Венского Сецессиона. Его основные работы включают картины, панно, эскизы и другие предметы искусства. Основной предмет Климта был женского тела, и его работы отмечены откровенной эротики, нигде это более очевидным, чем в его мн...
[Biography - Gustav Klimt - 1Ko]
克林姆(7月14日,1862 - 1918年2月6日)是奥地利象征主义画家和维也纳分离派运动最突出的成员之一。他的主要作品包括油画,壁画,素描,和其他艺术品。克里姆特的主要主题是女性的身体,他的作品标志着坦诚色情,无处这是更加明显比在他的许多图纸铅笔。 克林姆出生在鲍姆加滕,在奥匈帝国的维也纳附近,七个孩子三个男孩和四个女孩的第二次。显示所有的三个儿子早期的艺术才华。克里姆特的弟弟恩斯特· 克里姆特和格奥尔格· 克里姆特。恩斯特· 克里姆特的长老,他的父亲,以前从波希米亚,是一个黄金雕刻。恩斯特结婚安娜· 克里姆特(娘家姓Finster),其未实现的志向是成为一个音乐表演。克里姆特他童年的大部分生活在贫困中,工作是稀缺和经济进步是很难移民。 克...
[Biography - Gustav Klimt - 6Ko]
グスタフ· クリムト(1862年7月14日 - 1918年2月6日)はオーストリアの象徴画家、ウィーン分離派運動の最も顕著なメンバーの一人だった。彼の主要作品は、絵画、壁画、スケッチ、および他のアートオブジェクトが含まれます。クリムトの主なテーマは女性の身体であり、彼の作品は率直なエロティシズム - どこでマークされている鉛筆の彼の多数の図面でも、このより明らかである。 グスタフ· クリムトはオーストリア· ハンガリー帝国、ウィーン、七人の子供、三人の少年と4人の女の子の第二の近くに、バウムガルテンに生まれました。すべての3つの息子は早くから芸術的才能が表示されました。クリムトの弟エルンスト· クリムトとゲオルク· クリムトだった。...
[Biography - Gustav Klimt - 1Ko]

 

 

WahooArt.com - Gustav Klimt
Arts & Entertainment > Hobbies & Creative Arts > Artwork
A-5ZKCLN----PT-
o beijo ( Bacio ), Petróleo por Gustav Klimt (1862-1918, Austria)
/Art.nsf/O/5ZKCLN/$File/Gustav_Klimt-The_Kiss_(Bacio).JPG
o beijo ( em alemão : der kuss ) foi pintado pelo Astríaco Simbolista pintor gustav klimtbetween 1907 e 1908 , o ponto alto dele " Dourado Período " , quando ele pintado um número de trabalho em um semelhante dourado estilo . Um perfeito quadrado , a tela descreve uma casal se abraçando , seus corpos entrelaçados em vestes elaboradas decorado em um estilo influenciado por ambos construções lineares do arte contemporânea Novo estilo e o formas orgânicas do artes anteriores e Trabalhos manuais movimento . O trabalho é composto de petróleo pintar com aplicado camadas de ouro folha , um aspecto que dá isso é contundentemente moderno , ainda evocativa aparência . A pintura é de agora em theösterreichische galerie Mirante museu em o belvedere palácio , De viena , e é amplamente considerado uma obraprima do início da era moderna período . É um símbolo de viena Jugendstil—Viennese Arte Nouveau—and é considerado Klimt's mais popular trabalho . Foi pintado logo depois a sua three-part De viena Série de teto que criou uma escândalo e eram criticada como ambos 'pornography' e as provas dos 'perverted excess' . Os trabalhos tinha reformulação o artista como um enfant terrible para a sua anti-authoritarian e anti-popularist pontos de vista sobre a arte . Ele escreveu , " Se você não podes agradar a todos com o seu atos e seu arte , faça favor uma poucos " . Por contraste , o beijo foi entusiasticamente recebido , e imediatamente encontrei um comprador . Klimt descreve o casal trancado para dentro intimidade , enquanto o outro a pintura dissolve-se cintilante , extravagante padrão plano . o padronização sugere o estilo de arte Novo e o formas orgânicas do artes e ofícios movimento . Ao mesmo tempo o fundo evoca o conflito entre two- e three-dimensionality intrínseco ao trabalho de Desgasificar e outro modernistas . Pinturas tal como o beijo foram visual manifestações dos fin-de-siecle espírito, porque eles capturam uma decadência transportado por opulenta e imagens sensuais . O uso de ouro folha recorda olhar " gold-ground " pinturas e iluminado manuscritos , e mosaicos anteriores , e o espiral padrões no roupas recallbronze Idade arte e o design gavinhas visto no oeste arte desde antes de tempos clássicos . o man's cabeça extremidades muito perto ao topo de a tela , uma partida do tradicional Ocidental cânones que reflete a influência de japoneses impressões , como faz a própria simplificada composição . Os dois figuras estão situados no borda da uma remendo de florido prado . O homem desgasta uma robe com preto e branco retângulos irregularmente colocado sobre folha de ouro decorados com espirais . Ele desgasta uma coroa de vinhas enquanto que a mulher é mostrado em um tight-fitting vestir-se com flower-like redondos ou ovais motivos num fundo de paralelo ondulado linhas . O cabelo dela é polvilhado com flores e é usado em um namoda curva ascendente ; faz uma halo-like expansivo que destaca o rosto dela , e é contínuo sob sua mento pelo quê parece ser um colar de flores . Similarmente justapostos casais aparecer em ambos Klimt’s beethoven friso e Stoclet Friso . Isto é pensei que Klimt e os seus companheira emilie flöge modelado para o trabalho , mas lá não é evidência ou registro provar este . Outros sugerem a fêmea foi o modelo conhecido como 'Red Hilda' ; ela carrega forte similaridade ao modelo na sua Mulher com boá de penas , Goldfishand Danae . Klimt's uso de ouro era inspirado por um viagem ele tinha feito para a itália em 1903 . Quando ele visitado Ravenna ele serrar bizantino mosaicos a igreja de São Vitale . Para Klimt o planicidade do mosaico e o deles carência de perspectiva e profundidade só aumentou a sua dourado brilho , e ele começou fazer uso sem precedentes de ouro e prata folha na sua próprio trabalho .
Gustav Klimt
Petróleo
Petróleo
-- -- -- -- -- -